Competição

Etapa 1

Sprint (Aguiar da Beira) – Domingo 10 Julho

A primeira etapa do JWOC TOUR fará parte da Taça de Portugal de Sprint.

Integração com o JWOC: No final desta etapa os espectadores têm a oportunidade de assistir à cerimónia de abertura do JWOC na Vila de Aguiar da Beira, com início às 17h00.

Cerimónia de entrega de prémios: Depois da cerimónia de abertura do JWOC iremos realizar a entrega dos prémios referentes à Taça de Portugal de Sprint (cerca das 17h40) no anfiteatro situado ao lado do Centro Cultural (centro de evento). Os 3 atletas mais rápidos de cada escalão (5 na Elite), independentemente da sua nacionalidade, serão chamados ao pódio.

Terreno: Pequena aldeia típica do centro de Portugal. A área tem desnível moderado (para uma prova de Sprint). A maioria das estradas são pequenas, estreitas e não asfaltadas (paralelos). Esta área será utilizada como model event para o Sprint do JWOC.

Cartógrafo: Rafael Miguel 2013 (updated in 2021)

Percursos: Daniel Silva e Rafael Miguel

Equidistância: 2,5 meters

Estacionamento: Existem diversos locais para estacionamento nas inemediações da zona de chegada.

Primeira partida: Será divulgada aquando da publicação do Boletim 4 (depende do número de participantes). No entanto, a última partida será às 16h15.

Intervalo de partidas dos escalões de formação e abertos (open): Será divulgada aquando da publicação do Boletim 4 (depende do número de participantes).


Etapa 2

Sprint (Carapito) – Segunda feira 11 Julho

Integração com o JWOC: Na segunda feira a etapa 2 de TOUR irá acontecer na mesma área onde, momentos antes, decorreu o Sprint do JWOC, dando-lhe a oportunidade de ver os melhores atletas Juniores do Mundo antes de realizar a sua prova. Além disso, os espectadores vão ter a oportunidade de enfrentar percursos com o mesmo estilo de traçado do JWOC, numa pequena aldeia extremamente desafiante. As partidas do Sprint do JWOC começam às 8h30.

Terreno: Pequena aldeia típica do centro de Portugal. A área tem desnível moderado (para uma prova de Sprint). A maioria das estradas são pequenas, estreitas e não asfaltadas (paralelos).

Cartógrafo: Rafael Miguel 2017 (updated in 2021)

Percursos: Daniel Silva e Rafael Miguel

Equidistância: 2,5 meters

Estacionamento: Utilize o estacionamento oficial da Arena Carapito. Por favor respeite as áreas embargadas e as instruções dos organizadores.

Primeira partida: Será divulgada aquando da publicação do Boletim 4 (depende do número de participantes), no entanto a primeira partida vai acontecer aproximadamente 1h30 depois da cerimónia de entrega de prémios do Sprint do JWOC.

Intervalo de partidas dos escalões de formação e abertos (open): Será divulgada aquando da publicação do Boletim 4 (depende do número de participantes).


Etapa 3

Longa (Carapito) – Quarta feira 13 Julho

Integração com o JWOC: Na quarta feira 13 de Julho os atletas do JWOC vão ter um dia de descanso, dando-nos o tempo necessário para desafiar os espectadores para uma distância Longa no mesmo mapa onde os Juniores disputaram os títulos mundiais no dia anterior.

Terreno: Floresta maioritariamente coberta de pinheiro-bravo (Pinus pinaster). Em algumas zonas encontramos árvores caducifólias (folha caduca), como castanheiros (Castanea sativa) e carvalhos (Quercus). A área tem moderado a alto declive e é possível encontrar áreas de grandes afloramentos rochosos. Muitos detalhes rochosos na maioria dos locais, tanto pedras como falésias. Realçamos que as áreas de afloramento rochoso podem ser escorregadias – especialmente em condições de chuva. Encorajamos os atletas a terem esta informação em conta no momento em que selecionam o calçado para as provas de floresta. Alguma vegetação rasteira e/ou rasteira é frequente, especialmente nos vales mais fundos. A vegetação mais densa (verde escuro) é tipicamente intransponível, sendo constituída por “silvas” (Rubus fruticosus – arbusto das amoras). As giestas (Genista cinerascens) é muito comum na região. A velocidade de progressão varia muito de local para local. Varia entre muito fácil e muito difícil.

Cartógrafos: Janne Weckman e Timo Joensuu 2019 (atualizado em 2021)

Percursos: Diogo Miguel e Tiago Romão

Equidistância: 5 meters

Estacionamento: Utilize o estacionamento oficial da Arena Carapito. Por favor respeite as áreas embargadas e as instruções dos organizadores.

Primeira partida: A primeira partida será às 9h00.

Intervalo de partidas dos escalões de formação e abertos (open): Entre as 9h00 e as 10h30.

Etapa 4

Média (Quinta das Lameiras) – Quinta 14 Julho

Integração com o JWOC: Na quinta feira os atletas do JWOC vão enfrentar a qualificação da distância Média no mapa da Quinta das Lameiras, com a primeira partida marcada para as 9h00. Os participantes no TOUR vão ter a oportunidade de seguir este evento em direto na arena e, em seguida, de correr uma distância Média muito desafiante.

Terreno: Floresta maioritariamente coberta de pinheiro-bravo (Pinus pinaster). Em algumas zonas econtramos árvores caducifólias (folha caduca), como castanheiros (Castanea sativa) e carvalhos (Quercus). A área tem moderado a alto declive e é possível encontrar áreas de grandes afloramentos rochosos. Muitos detalhes rochosos na maioria dos locais, tanto pedras como falésias. Realçamos que as áreas de afloramento rochoso podem ser escorregadias – especialmente em condições de chuva. Encorajamos os atletas a terem esta informação em conta no momento em que selecionam o calçado para as provas de floresta. Alguma vegetação rasteira e/ou rasteira é frequente, especialmente nos vales mais fundos. A vegetação mais densa (verde escuro) é tipicamente intransponível, sendo constituída por “silvas” (Rubus fruticosus – arbusto das amoras). As giestas (Genista cinerascens) é muito comum na região. A velocidade de progressão varia muito de local para local. Varia entre muito fácil e muito difícil.

Cartógrafos: Janne Weckman e Timo Joensuu 2019 (atualizado em 2021)

Percursos: Diogo Miguel e Tiago Romão

Equidistância: 5 meters

Estacionamento: Utilize o estacionamento oficial da Arena Quinta das Lameiras. Por favor respeite as áreas embargadas e as instruções dos organizadores.

Primeira partida: Será divulgada aquando da publicação do Boletim 4 (depende do número de participantes), no entanto a primeira partida vai acontecer aproximadamente 30 minutos depois do apuramento dos resultados finais da qualificatória da distância Média do JWOC.

Intervalo de partidas dos escalões de formação e abertos (open): Será divulgada aquando da publicação do Boletim 4 (depende do número de participantes).

Etapa 5

Média (Quinta das Lameiras) – Sexta 15 Julho

Integração com o JWOC: Na sexta feira dia 15 de Julho vai decorrer a final da distância Média do JWOC no mapa da Quinta das Lameiras. Cada escalão vai ter 3 finais distintas (Final A, B e C), com início marcado para as 8h30. O escalão W20 esperamos que a decisão do pódio aconteça pelas 11h35 e nos M20 pelas 12h05. A cerimónia de entrega de prémios está marcada para as 12h35.

Os espectadores e participantes no JWOC TOUR vão ter a oportunidade de seguir a prova em direto na arena, correndo outra desafiante distância Média em seguida.

Terreno: Floresta maioritariamente coberta de pinheiro-bravo (Pinus pinaster). Em algumas zonas econtramos árvores caducifólias (folha caduca), como castanheiros (Castanea sativa) e carvalhos (Quercus). A área tem moderado a alto declive e é possível encontrar áreas de grandes afloramentos rochosos. Muitos detalhes rochosos na maioria dos locais, tanto pedras como falésias. Realçamos que as áreas de afloramento rochoso podem ser escorregadias – especialmente em condições de chuva. Encorajamos os atletas a terem esta informação em conta no momento em que selecionam o calçado para as provas de floresta. Alguma vegetação rasteira e/ou rasteira é frequente, especialmente nos vales mais fundos. A vegetação mais densa (verde escuro) é tipicamente intransponível, sendo constituída por “silvas” (Rubus fruticosus – arbusto das amoras). As giestas (Genista cinerascens) é muito comum na região. A velocidade de progressão varia muito de local para local. Varia entre muito fácil e muito difícil.

Cartógrafos: Janne Weckman e Timo Joensuu 2019 (atualizado em 2021)

Percursos: Bruno Nazário e Tiago Aires

Equidistância: 5 meters

Estacionamento: Utilize o estacionamento oficial da Arena Quinta das Lameiras. Por favor respeite as áreas embargadas e as instruções dos organizadores.

Primeira partida: A primeira partida da etapa 5 do JWOC TOUR será pelas 13h15 (poderá sofrer ligeiros ajustes).

Intervalo de partidas dos escalões de formação e abertos (open): Entre as 13h15 e as 14h15 (poderá sofrer ligeiros ajustes).

Etapa 6

Média (Quinta das Lameiras) – Sábado 16 Julho

Integração com o JWOC: Guardámos para o último dia a disciplina mais emocionante da Orientação – a Estafeta. No sábado 16 de Julho os atletas do JWOC vão precisar de nervos de aço para aguentarem a pressão de correr mano a mano com os seus adversários. A Estafeta feminina tem início marcado para as 8h30 e a masculina para as 10h30. Isto permite o acompanhamento de cada escalão de forma independente, uma vez que esperamos a decisão do pódio W20 pelas 10h20 e M20 pelas 12h20. A cerimónia de entrega de prémios e a cerimónia de encerramento estão marcadas para as 13h00.

Depois de tudo isto, os participantes no TOUR têm à sua espera a última distância média desta série de etapas, também no mapa da Quinta das Lameiras.

Terreno: Floresta maioritariamente coberta de pinheiro-bravo (Pinus pinaster). Em algumas zonas econtramos árvores caducifólias (folha caduca), como castanheiros (Castanea sativa) e carvalhos (Quercus). A área tem moderado a alto declive e é possível encontrar áreas de grandes afloramentos rochosos. Muitos detalhes rochosos na maioria dos locais, tanto pedras como falésias. Realçamos que as áreas de afloramento rochoso podem ser escorregadias – especialmente em condições de chuva. Encorajamos os atletas a terem esta informação em conta no momento em que selecionam o calçado para as provas de floresta. Alguma vegetação rasteira e/ou rasteira é frequente, especialmente nos vales mais fundos. A vegetação mais densa (verde escuro) é tipicamente intransponível, sendo constituída por “silvas” (Rubus fruticosus – arbusto das amoras). As giestas (Genista cinerascens) é muito comum na região. A velocidade de progressão varia muito de local para local. Varia entre muito fácil e muito difícil.

Cartógrafos: Janne Weckman e Timo Joensuu 2019 (atualizado em 2021)

Percursos: Bruno Nazário e Tiago Aires

Equidistância: 5 meters

Estacionamento: Utilize o estacionamento oficial da Arena Quinta das Lameiras. Por favor respeite as áreas embargadas e as instruções dos organizadores.

Primeira partida: A primeira partida da etapa 6 do JWOC TOUR será pelas 14h00 (poderá sofrer ligeiros ajustes).

Intervalo de partidas dos escalões de formação e abertos (open): Entre as 14h00 e as 15h00 (poderá sofrer ligeiros ajustes).